Ultimas

Nova Mamoré

Política

ULTIMAS NOTICIAS

BR-421: População já trafega pela Estrada Parque

8 de abril de 2014


Citada como um sonho pela população das regiões de Ariquemes, Buritis, Guajará-Mirim e Nova Mamoré, a Estrada Parque está aberta para tirar do isolamento as comunidades de Guajará e Mamoré. No último final de semana, o governo estadual começou a liberar o trânsito no local.

Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes (DER) intensificou os trabalhos de encascalhamento. Servidores do DER que trabalham no local afirmam que mais de 100 carros e motocicletas fizeram a travessia da Estrada Parque em dois dias (domingo e segunda-feira, últimos).

Com a abertura da Estrada Parque, o governo interligou os distritos de Nova Dimensão (lado de Nova Mamoré) a Jacinópolis, pertencente ao mesmo município, porém, localizado na região de Buritis, que tem acesso a Ariquemes pela RO-460 e, em seguida, pela BR-421.

Para o governador Confúcio Moura, a abertura da Estrada Parque representa um marco na história de Rondônia. “Por inúmeras vezes tentamos abrir essa estrada, mas não tínhamos autorização. Precisou ocorrer uma enchente histórica no rio Madeira onde municípios ficaram isolados, para recebermos a tão sonhada autorização”,  frisou Confúcio.

Moradores iniciam a travessia

O agricultor Marinaldo Bispo do Vale, 51 anos, morador de Jacinópolis, foi um dos primeiros a fazer a travessia para Nova Dimensão, com destino a Nova Mamoré para documentar em cartório a liberação de um financiamento de terra. Ele conta que mora há 12 anos em Jacinópolis e que ninguém sabe o tamanho de sua satisfação em fazer o trajeto de motocicleta. “Muitas vezes atravessei esses 12 km por dentro da mata, a pé. Minha esposa não sabe nadar e eu ainda tinha que puxá-la numa corda nas travessias dos rios”, relata Marinaldo.

José Carlos Brustoló e o genro Anailton Rodrigues de Oliveira também percorreram de moto os 12 km de Estrada Parque. José Carlos afirma que a interligação de Nova Mamoré com a região de Ariquemes é uma benção de Deus. “Prá nós, moradores de Jacinópolis, é maravilhoso. Imagina para Guajará e Mamoré que estão isolados e pagando R$ 60,00 numa saca de milho, que pagamos aqui no máximo R$ 25,00”, justificou.

Os irmãos Marcos e Jurandir Massuqueta fizeram a travessia da Estrada Parque numa S-10. Marcos mora em Jaru e Judandir reside na linha D-32 em Nova Dimensão. Marcos levou o irmão na caminhonete para fazer a entrega de duas cadeiras de rodas para conhecidos em Nova Mamoré. “Estávamos escravizados”, afirma Jurandir.


Fonte: Decom.

FATALIDADE: Grave acidente envolve caminhão da Gazin e carro pequeno na BR 364

3 de abril de 2014



Um grave acidente envolvendo um caminhão da empresa Gazin e um carro, modelo Fox/VW, ocorrido no final da manhã desta quinta-feira (03) na BR 364, no Km 855, trecho correspondente aos Distritos de Jacy Paraná e Nova Mutum, acabou deixando uma vítima fatal, Pedro Brasil da Silva, de 53 anos.

De acordo com informações da assessoria da PRF, teve somente uma vítima fatal, que morreu carbonizada devido a uma explosão depois do choque. Com a distância do fato houve dificuldade de comunicação. Em contato com o Inspetor da PRF, Saraiva, testemunhas relataram que o motorista do Fox tentou  uma ultrapassagem que acabou mal sucedida, ocasionando o acidente.

Fonte: Rondoniaovivo.


CHEIA: Nível do Rio Madeira fica em 19,61 metros e se mantém estável



A cota do Rio Madeira, nesta quinta-feira (3) está em 19,61, de acordo com a Agência Nacional de Águas (ANA). O nível do rio tem se mantido estabilizado esta semana, quando no domingo atingiu pico de 19,72. 

De acordo com a Defesa Civil do estado, 25 mil pessoas foram atingidas pela cheia histórica que já dura dois meses. Para ajudar nas ações de socorro, o governo federal liberou mais de R$ 1,7 milhões para o restabelecimento de serviços essenciais. Os desabrigados em todo o estado são 1.509 famílias. Os desalojados, que optaram ir para casa de parentes, somam 3.584.

As cidades atingidas pela cheia histórica do Madeira nas últimas semanas são: Nova Mamoré, Cacoal, Candeias do Jamari, Guajará Mirim, Jaru, Costa Marques e Pimenta Bueno,  Porto Velho e seus distritos.

O Parque dos Tanques está sendo preparado para receber parte das famílias abrigadas nas escolas estaduais e municipais, em Porto Velho. São 200 barracas cedidas pelo governo federal devidamente montadas. “As instalações sanitárias estão em fase final. Vamos trabalhar forte na construção de um refeitório coletivo e lavanderia, ao mesmo tempo em que pretendemos reformar um dos galpões para guardar os pertences (roupas e mobília) dos desabrigados”, afirmou o coronel.

Os ajustes finais estão sendo realizados para que os desabrigados possam ser transferidos para o parque. Atualmente 20 abrigos (escolas e igrejas) atendem as famílias atingidas pela cheia.

BR-364

Os motoristas que precisam passar pela BR-364 para chegar ao estado do Acre têm que enfrentar três balsas. Uma no distrito de Jacy-Paraná, quilômetro 798, outra balsa no quilômtero 861  e a do distrito de Abunã, no quilômetro 839.

Filas de carros e caminhões se formam a espera de uma oportunidade para atravessar os pontos alagados. Por causa da dificuldade, o estado do Acre enfrenta dificuldades com o abastecimento de alimentos e produtos assenciais, como gasolina. O governo acreano teve que recorrer ao Peru para abastecimento de hortifrutigranjeiros ao trigo, por exemplo.

Doenças

No distrito Jacy-Paraná, distante cerca de 90 quilômetros de Porto Velho, dois menores apresentaram vibrião colérico em amostras de diarreia coletadas durante inspeção, mas a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) descartou a possibilidade de possíveis casos de cólera.
Em todo o estado, de acordo com o Laboratório Central do estado (Lacen), os casos de leptospirose somam 53 ao todo - aumento de mais de 500% em relação a março de 2013.O município de Porto Velho confirma 17 casos de leptospirose, de acordo com relatório da Semusa.

A assessoria técnica da Companhia de Abastecimento e Esgoto de Rondônia (Caerd) confirmou que aumentou a dosagem de cloro na água como alternativa de descontaminação do produto que chega nas casas por tubulações subterrâneas.

A Semusa afirma que está atualizando as principais queixas dos pacientes, mas já admite que, dentre as ocorrências mais frequentes, estão picadas por animais peçonhentos como cobras, aranhas e escorpião. Desidratação e dores no corpo também levam muita gente a buscar socorro médico.

Fonte:G1/Rondonia.

ENCHENTE: Governo Federal libera mais R$ 800 mil para atingidos pela cheia

2 de abril de 2014


Nesta terça-feira (2), foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) a liberação de R$ 827.258,24 em recursos federais ao Governo de Rondônia, através do Ministério da Integração Nacional. Há uma semana a União já havia anunciado o repasse de R$ 884 mil. No total, mais de 1,7 milhões devem ser utilizados nas ações de socorro e assistência às vítimas de enchentes em todo o estado e o restabelecimento de serviços essenciais. Em Rondônia, a Defesa Civil já calcula mais de 25 mil atingidos diretamente pelas cheias. Nesta terça, o Rio Madeira chegou a atingir a cota de 19,68 metros, mas tem oscilado em até três centímetros, de acordo com aferição da Agência Nacional de Água (ANA).

O prazo para execução das obras e serviços é de um ano, a partir da data de publicação, e o governo estadual deve prestar contas sobre a utilização do recurso em até 30 dias após o encerramento do prazo.

De acordo com a Defesa Civil, já são mais de 5 mil famílias atingidas (entre desabrigadas e desalojadas) em Porto Velho e 14 distritos e mais 7 cidades do interior, sendo elas: Nova Mamoré, Cacoal, Candeias do Jamari, Guajará-Mirim, Jaru, Costa Marques e Pimenta Bueno.

Fonte:G1/Rondônia.

Policial

Eventos

Rondônia

 
Copyright © 2013 Nova Mamoré Noticias